domingo, 7 de junho de 2009

ORIGEM DO MEU NOME PIMENTEL

Quando eu digo que sou descendente de nobres portugueses e que o meu nono avô paterno foi citado 14 vezes por Camões, tem o título de Condestável, foi beatificado e canonizado como Santo, ninguém acredita. Mas é a pura verdade.
Quando o orkut perguntou quem sou eu, eu pensei em responder que era nonaneto do Condestável. Entretanto, resolvi ir mais a fundo, buscando a minha arvore genealógica, e aí vai à relação dos meus parentes ascendentes, pelo lado de meu pai.
A origem do meu nome Pimentel remonta aos primórdios do ano de 1360 quando D. Álvaro Gonçalves Pereira (meu décimo avô paterno se enamorou de Dona Iria Gonçalves do Carvalhal, que era Dama da Corte Portuguesa e é minha décima avó paterna. Da união dos dois nasceu Dom Nuno Álvares Pereira (meu nono avô) que se casou com Dona Leonor de Alvim (minha nona avó). Dom Nuno é considerado em Portugal como “O Condestável” e Conde de Ourém. O túmulo de Nuno Álvares Pereira foi destruído no terremoto de 1755.O seu epitáfio era: "Aqui jaz o famoso Nuno, o Condestável, fundador da Casa de Bragança, excelente general, beato monge, que durante a sua vida na terra tão ardentemente desejou o Reino dos Céus depois da morte, e mereceu a eterna companhia dos Santos. As suas honras terrenas foram incontáveis, mas voltou-lhes as costas. Foi um grande Príncipe, mas fez-se humilde monge. Fundou, construiu e dedicou esta igreja onde descansa o seu corpo."
Nuno Álvares Pereira foi beatificado em 23 de janeiro de 1918 pelo Papa Bento XV. O seu dia festivo é 06 de novembro. O processo de canonização estava aberto e ativo desde 1940 e em 26 de abril de 2009 ele foi canonizado pelo Papa Bento XVI. Temos um santo na Família.
Minha octavó D. Beatriz Pereira de Alvim (filha de Dom Nuno e Dona Iria) nasceu em 1380 e faleceu em Chaves, em 1415. De seu casamento com meu octavô Dom Afonso, 1.º Duque de Bragança, originou à Casa de Bragança, a maior do Reino, e que se tornou Casa Reinante de Portugal em 1640. Brinquem com a minha raça.
Do casamento deles nasceu meu sétimo avô paterno: Dom Fernando, 2.º Duque de Bragança (1403 a 1478) que se casou com minha sétima avó paterna: D. Filipa de Melo.

Meu sextavô paterno foi Dom Rodrigo de Melo, filho de Dom Fernando com Dona Filipa e que se casou com minha sextavó paterna D. Leonor de Almeida (ela filha de meu também sétimo avô Dom Francisco de Almeida, 1.º Vice-Rei na Índia). Pouco se sabe a respeito dos dois. O certo é que, depois de se casarem, ao invés de irem para as Índias, ele veio para o Brasil, no inicio da colonização, acompanhando Duarte Coelho Pereira. Depois voltou para Portugal nos idos de 1550.

Meu quinto avô paterno foi Dom Francisco de Melo que nasceu em 1588 tendo falecido em 1645. Casou-se com D. Maria de Sandoval e Moscoso que morreu em 1630. Casou-se, depois, em 1635 com sua sobrinha, minha quintavó D.Joana Pimentel que era dama da Rainha D. Maria Francisca Isabel de Borbon. Ele chega a ser parente ascendente de Bernardo Vieira de Melo, meu primo. Minha quinta avô paterna D. Joana Pimentel não se sabe a sua data de nascimento, mas faleceu em 1657. Era filha de meu também sextavô Antônio de Pimentel, 4° Marquês de Távora e de minha também sextavó Isabel de Melo. Isabel era cunhada de D. Francisco.
Atentem para o fato de que a partir de minha quinta avó o patronímico Pimentel passa a ser uma constante quando batisaram meu tataravô de Rodrigo de Barros Pimentel. (Não confundir com Rodrigo de Barros Pimentel, de Porto Calvo, Alagoas, casado com Jerônima de Almeida e filho de Pedro da Rocha Pimentel (também, de Vianna, Portugal, nascido em 1505 e de Cecilia Rodrigues Bezerra, como dizem alguns historiadores). Acredito mesmo que haja algum parentesco entre a gente.

Meu tataravô paterno Rodrigo de Barros Pimentel, que nasceu em 1657 e morreu em 1715. Era filho de meu pentavô Dom Francisco de Melo e de minha pentavô Joana Pimentel, neto, portanto de meu sexto avô Antônio de Pimentel.
O certo é que o meu tataravô Rodrigo de Barros Pimentel por ser, de certa forma, parente ascendente de Bernardo Vieira de Melo, o favoreceu. Na verdade, quando o Capitão-General da Capitania de Pernambuco, Caetano de Melo e Castro (descendente, também, de Dom Francisco de Melo, meu quinto avô), nos idos de 1690 contratou Domingos Jorge Velho para erradicar de vez a ameaça dos escravos fugitivos da região, o fez por influência do primo Rodrigo de Barros Pimentel que recomendou, também, a contratação do Capitão-Mor Bernardo Vieira de Melo.
A importante atuação dos mesmos verificou-se no famoso episódio do Quilombo de Palmares, que culminou com a morte de Zumbí. Logo depois Bernardo Vieira de Melo foi considerado herói da Guerra dos Mascates e, em 1710, por ter proclamado a República em Pernambuco foi preso e depois “acidentalmente” morto, no Presídio de Limoeiro, em Lisboa.
Minha Tataravó paterna foi Ana Bezerra Pimentel. Devido a Guerra dos Mascates todos os dados relacionados com a minha Tataravô paterna foram queimados. O casal fugiu, então, para o interior de Pernambuco onde seus filhos, dentre os quais o meu trisavô, ajudaram os padres a fundarem o que é hoje o Município de Limoeiro, em Pernambuco. Não é mera coincidência o nome de Limoeiro e a prisão onde Bernardo Vieira de Mello foi assassinado. Do casamento dos dois nasceu a minha trisavô paterna Maria da Conceição Pimentel.
Nos anos de 1715 a 1800 viveu meu Trisavô Paterno João Clementino Bezerra que se casou com minha Trisavó Paterna Maria da Conceição Pimentel de Melo. Devido a Guerra dos Mascates e a prisão e morte de Bernardo Vieira de Mello, no Presídio do Limoeiro, em Lisboa, todos os seus parentes ligados por laços de sangue a Rodrigo de Barros Pimentel fugiram para o interior de Pernambuco e muitos deles mudaram de nome. Naquela época, era comum o os filhos receberem o patronímico materno no final.
João Clementino ao se casar com sua prima Maria da Conceição Pimentel, filha do meu Tataravô paterno Rodrigo de Barros Pimentel e de minha Tataravô paterna Ana Bezerra Pimentel manteve o costume da época e não mais temendo a perseguição portuguesa mantiveram a herança deixada pelo meu Quintavô paterno Dom Francisco de Melo e de minha Quintavó paterna D. Joana Pimentel nas imediações de Limoeiro e batisaram meu Bisavô paterno de FERNANDO DE MELLO PIMENTEL.

De 1800 a 1890 viveu meu Bisavô Paterno FERNANDO DE MELLO PIMENTEL que se casou com minha Bisavó Paterna: MARIA RODRIGUES PIMENTEL. O meu Bisavô paterno FERNANDO DE MELLO PIMENTEL, já como simples proprietário de terras em Limoeiro, Pernambuco, casou-se com minha Bisavó paterna MARIA RODRIGUES PIMENTEL, filha de João Rodrigues e de Tereza Rodrigues.
Ele, descendente de Dom Francisco de Melo e D. Joana Pimentel e parente ascendente de José Clementino Bezerra radicado em Limoeiro, Pernambuco, que era descendente de Bernardo Vieira de Mello, herói da Guerra dos Mascates, em Pernambuco. Minha Bisavó paterna MARIA RODRIGUES PIMENTEL, filha de João Rodrigues e de Tereza Rodrigues eram eles simples proprietários de terras entre Limoeiro e Orobó, Pernambuco. Do casamento deles nasceu meu Avô paterno José Rodrigues Pimentel.
Meu Avô Paterno José Rodrigues Pimentel nasceu em 1860 e faleceu em 1937. Casou-se com minha Avó Paterna Ana Bezerra Pimentel. Meu Avô paterno José Rodrigues Pimentel aproveitando-se do fato de meu Bisavô paterno ter terras entre Limoeiro e Orobó estabeleceu pequeno comércio que muito prosperou, vindo a perder tudo com a Revolução de Trinta, perseguido que foi por ser muito amigo da Família Pessoa de Queiroz, de Umbuzeiro, na Paraíba, Município vizinho de Orobó. Faleceu desgostoso com isso. Já minha Avó paterna Ana Bezerra Pimentel tem o Pimentel pelo fato de ter casado com meu avô. Mas seu nome de solteira era Ana Bezerra de Mello, filha de José Clementino Bezerra de Mello neto de meu Trisavô paterno João Clementino Bezerra.
Minha Avó paterna Ana Bezerra Pimentel era prima de Othon Lynch Bezerra de Mello nascido em Limoeiro, Pernambuco, no ano de 1880. Da união de meu Avô paterno José Rodrigues Pimentel com minha Avó paterna Ana Bezerra Pimentel que passaram a morar em Orobó, Pernambuco, nasceu meu pai Gentil Bezerra Pimentel e meus tios José Bezerra Pimentel, João Bezerra Pimentel, Adauto Nicolau Bezerra Pimentel (Padre Nicolau, do Ginásio de Limoeiro), Ana Benícia Bezerra Pimentel (Tia Naninha).
Meu Pai Gentil Bezerra Pimentel (* 1907 + 1976) casou com Minha Mãe: Neusa de Sousa Pimentel (* 1913 + 1998).
Em 24 de fevereiro de 1907, em Orobó, Pernambuco, nasceu meu pai Gentil Bezerra Pimentel que em 1935 casou com minha mãe Neusa de Sousa Pimentel ela nascida em Umbuzeiro, Paraíba, no dia 26 de março de 1913, filha de Theóphilo de Sousa Silva e de Elza Bandeira de Sousa e Silva.
Da união deles nasceram meus irmãos:
1 - José de Sousa Pimentel (falecido);2 - Maria da Conceição de Sousa Pimentel, que casou com Jarbas Correia Guerra, tendo os filhos meus sobrinhos Vânia Pimentel Guerra, Vilma Pimentel Guerra, Sandra Pimentel Guerra e Carlos Alberto Pimentel Guerra. 3 - Teresa de Sousa Pimentel (falecida). 4 - Mário de Sousa Pimentel, que casou com Maria de Lourdes Correia, tendo os filhos meus sobrinhos Luiz Fernando Correia Pimentel, Gabriela Correia Pimentel e João Henrique Correia Pimentel . 5 - Margarida Maria de Sousa Pimentel, que casou com Manoel Domingos Naia, tendo os filhos meus sobrinhos Frederico Pimentel Naia, Domingos Pimentel Naia, Manoel Pimentel Naia e João Pimentel Naia. 6 - Theóphilo de Sousa Pimentel (falecido). 7 - Carlos Abel de Sousa Pimentel, (falecido) que casou com Jardilina da Cruz, tendo os filhos meus sobrinhos Carlos da Cruz Pimentel, Carla da Cruz Pimentel e Abel da Cruz Pimentel . 8 - Glória Maria de Sousa Pimentel, que era freira e não casou tendo vários filhos adotivos, meus sobrinhos, com quase cinqüenta nomes. 9 - Maria do Perpétuo Socorro de Sousa Pimentel, que casou com João Batista Prazeres, tendo um filho adotivo meu sobrinho Felipe Pimentel Prazeres. 10 - Eu Fernando Antônio de Sousa Pimentel. 11 - Neusa Maria de Sousa Pimentel, que casou com Jaime Santana, tendo os filhos meus sobrinhos Jaime Pimentel Santana, Bruno Pimentel Santana e Hugo Pimentel Santana. 12 - Maria das Graças de Sousa Pimentel (solteira). 13 - Aluísio de Sousa Pimentel, que casou com Márcia de Oliveira, tendo os filhos meus sobrinhos Polliana Pimentel, Emanuella Pimentel e Victor Hugo Pimentel . 14 - Maria de Fátima de Sousa Pimentel (solteira). 15 - Verônica Maria de Sousa Pimentel (solteira) que teve uma filha minha sobrinha Juliana Pimentel. 16 - Eduardo de Sousa Pimentel, que casou com Cida tendo o filho meu sobrinho Eduardinho.
Eu Fernando Antônio de Sousa Pimentel nasci em 17 de novembro de 1948 em Orobó, Pernambuco. Em 30 de maio de 1974 conheci Elizabeth Guedes Alcoforado de Carvalho com quem casei em 30 de janeiro de 1976, passando ela a chamar-se Elizabeth Guedes de Carvalho Pimentel. Ela filha de Manuel Xavier de Carvalho e de Maria Guedes Alcoforado de Carvalho. Nasceu em 14 de março de 1952 e é décima-neta da Rainha Izabel, de Portugal, que depois de morta foi canonizada e tornada Santa com o nome de Santa Izabel ou Santa Elizabeth.

Em 19 de novembro de 1976 nasceu em Recife, nossa filha Fernanda Maria de Carvalho Pimentel; Em 01 de junho de 1978 nasceu em Recife, nosso filho Fernando de Carvalho Pimentel; Em 06 de abril de 1980 nasceu em Recife, nosso filho Érico de Carvalho Pimentel.
Fernanda Maria de Carvalho Pimentel conheceu Gustavo Jorge Lins Pedrosa com quem casou em abril de 1994, passando ela a se chamar Fernanda Maria de Carvalho Pimentel Pedrosa e da união deles nasceram nossas netas Tarsila de Carvalho Pimentel Pedrosa em 09 de agosto de 1994 e Lavínia de Carvalho Pimentel Pedrosa em 15 de maio de 1998. Residem em Recife, Pe. Gustavo Jorge Lins Pedrosa nasceu em 21 de janeiro de 1968 sendo filho de Nilton Alves Pedrosa e de Elizabeth Lins Pedrosa.
Fernando de Carvalho Pimentel continua solteiro e reside no Rio de Janeiro. Érico de Carvalho Pimentel foi morar em Vitória, Espírito Santo, onde conheceu Daniela Travagline vindo a se casarem no dia 20 de janeiro de 2007, passando ela a se chamar Daniela Travagline Pimentel e da união deles nasceu nossa terceira neta Clarissa Travagline Pimentel em 27 de maio de 2007.

33 comentários:

  1. Tio, muito bom saber da origem da grande e HONROSA família PIMENTEL surgiu!!!
    Parabéns pelo trabalho!!!

    ResponderExcluir
  2. sou um Barros Pimentel, vindo de Sergipe, com ligações em Alagoas. Renato de Barros Pimentel

    ResponderExcluir
  3. Boa Tarde , pode dizer outras cidades fora Limoeiro e Orobó ? Porque a familia de meu avô toda é de correntes , garanhus e união dos palmares ,sendo essa ultima em Alagos . Familia Fernandes Pimentel . No qual ele fala que a mãe dele falava que a origem era Barros Pimentel , que na qual era donos de egenhos naquela região ! Onde até hj pertence a nossa familia .

    Será que tem algúma ligação ?

    Grato !

    ResponderExcluir
  4. para lembrar , eu morei em Limoeiro e era vizinho de D. Dolores Pimentel , morava em frente a ela irmã do Pa.nicolau pimentel em limoeiro. Naquele tempo era já de idade mas sai de lá muito tempo não tive noticias . Hj moro em recife .Obrigado !

    ResponderExcluir
  5. Sim ,no qual a minha bisavó falava era Antonio de Barros Pimentel . Ela Nasceu em 1881 . Agora não sei se Antonio era avô ou bisavo dela . Obrigado !

    ResponderExcluir
  6. Olá minha Família é do interior de Pernambuco, moram em Feira Nova cidade vizinha a Limoeiro, meu avó era Manoel Frnaquilino Pimentel,será que você teria alguma informação de este ser um ramo também da sua família?

    ResponderExcluir
  7. Olá Sr. Pimentel! Linda a história da origem do nome. Eu também sou uma Pimentel e sempre desejei conhecer minha árvore genealógica. Como o Sr. conseguiu tantas informações? Pode me dar uma dica de onde procurar? Meu pai tem sobrenome "de Melo Pimentel" e somos todos de Pernambuco. Desde já agradeço!

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem! O meu nome é Alonso Rodrigues Pimentel. Sou escritor e poeta. Para me conhecer melhor, visite: http://recantodasletras.uol.com.br/autores/alonsopimentel
    e http://alonso.pimentel.zip.net
    O meu sobrenome Rodrigues Pimentel veio de minha avó Donatila Rodrigues Pimentel mãe de meu pai.
    Minha avó Donatila era natural de São Domingos, Goiás. Me chamou a atenção a sua bisavó paterna se chamar Maria Rodrigues Pimentel, deve ser alguma parente de minha avó paterna. Se tiver alguma novidade me avise. Tudo de bom para ti.

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo jóia! Queria a sua permissão para utilizar este seu artigo como prefácio de meu livro.
    Se possível gostaria me desse mais alguma informação sobre Maria Rodrigues Pimentel.
    Pois a minha avó paterna veio de São Domingos, Goiás, e não temos nenhuma notícia de seus pais.
    Para se contatar comigo: e-mail: alonsopimentel@uol.com.br
    Até mais.

    ResponderExcluir
  10. Ou seja: a minha avó paterna Donatila Rodrigues Pimentel veio de São Domingos - Goiás, e não temos nenhuma informação de seus pais.

    ResponderExcluir
  11. Agradeço os comentários aqui postados por meu sobrinho Victor Hugo e, com certeza, os parentes e novos amigos ideias.com, ThiagoPAzevedo, Joelma, Lelinha e Magrao. Logo responderei a todos. Desculpem a demora. Grande abraço para todos.

    ResponderExcluir
  12. Amigos IDEIAS.COM e THIAGOPAZEVEDO, quase que com certeza o Pimentel de vocês é de Rodrigo de Porto Calvo, casado com Jerônima. Sugiro visitem a arvore de Chico Buarque, parente de vocês, no site Usina de Letras, Arvore do Costado de Francisco Buarque de Holanda, Nonos avós - 1168 e 1169. Não é a toa que Chico escreveu a peça "Calabar" que é de Porto Calvo.

    ResponderExcluir
  13. Joelma e Lelinha, se vocês me dessem o nome dos pais e avós iria facilitar muito. A resposta que dei acima, também serve para vocês. Meu e-mail é fasp1948@hotmail.com e no orkut Fernando e Beth. Abraço para todos.

    ResponderExcluir
  14. ThiagoPAzevedo, no que se refere a Dolores Pimentel é minha prima e Padre Nicolau meu tio. Não sei hoje, mas nos idos de 1960 tinha em Limoeiro o Dr. Jáder Pimentel que não era de nossa família e sim da Família Pimentel de Porto Calvo. .

    ResponderExcluir
  15. A propósito do site Usina de Letras, eu acho que ele faz um amontoado. No meu caso optei pela linha direta, no futuro, se possível, pretendo trabalhar as ramificações. É interessante. A planilha do excel ajuda muito. Abraços.

    ResponderExcluir
  16. Magrao, fui no Recanto das Letras e deixei uma mensagem para você. Quanto ao Pimentel de Goiás até agora não consegui identificar o pioneiro. Assim que conseguir falo prá ti. Abraços.

    ResponderExcluir
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  18. Rodrigo de Barros Pimentel
    * c. 1590
    Pais
    Pai: António de Barros Pimentel * c. 1555
    Mãe: Maria van Holland
    Casamentos :
    Jerónima de Almeida


    Filhos :
    José de Barros Pimentel Maria Accioli
    Brites de Barros Pimentel
    Úrsula de Barros Pimentel
    Luísa de Almeida
    Cosma de Barros Pimentel
    Maria de Almeida
    Mariana de Almeida
    Jerónima de Almeida
    Mécia de Barros

    ResponderExcluir
  19. António de Barros Pimentel

    * Viana do Castelo, Viana do Castelo c. 1555

    ResponderExcluir
  20. Arnaud de Holanda
    * Holanda, Utrecht + Pernambuco 24.06.1614
    Parents
    Father: Heinrich van Holand, baron de Rhenoburg
    Mother: Margarida Florentz Boeyens
    MarriagesPernambuco
    Brites Mendes de Vasconcelos * c. 1525


    Children
    Cristovão de Holanda e Vasconcelos * 02.06.1614 Catarina (ou Filipa) de Albuquerque
    António de Holanda Vasconcelos Filipa
    Agostinho de Holanda de Vasconcelos * 1542 Maria de Paiva
    Adriana de Holanda Cristóvão Lins
    Brites ou Isabel de Vasconcelos António Cavalcanti de Albuquerque
    Inês de Goes Luís do Rego de Barros
    Ana de Holanda * c. 1570 João Gomes de Melo
    Maria van Holland António de Barros Pimentel

    ResponderExcluir
  21. Caro Pimentel,
    Sou jornalista, vivo em Portugal e estou buscando informações sobre a família Pimentel. Sei que foram importantes cosmógrafos durante o século XVI, tendo sido fundamentais no período das grandes navegações. O cargo de cosmólogo-mor do reino chegou a ser hereditário, tendo sido ocupado por vários membros da família. Sabe onde posso encontrar informações sobre isso?

    Agradeço desde já.
    Um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tenho vários livros sobre a família e suas origens

      Excluir
  22. Sou Mayke Vinicius dos Santos Pimentel.
    Pimentel por parte de pai,
    vindo do Ceará, com ligaçoes no Piauí.

    ResponderExcluir
  23. Tio, adorei!! Descobri seu blog por acaso no google!!! PArabéns!!
    Só para correção, meu nome de solteira é Ana Gabriela Correia Pimentel!

    ResponderExcluir
  24. É muito gratificante saber que nossa família continua unida, embora a distância tenha separado boa parte.Sou filha de Maria do Socorro Pimentel Sobrinho que por sua vez é filha de Maria do Carmo
    Pimentel Sobrinho.Antes de casar se chamava por Maria do Carmo Cabral Pimentel e era filha de José Bezerra Pimentel,seu tio irmão de Tio Gentil.Um abraço a todos e espero que continue as ramificações!

    ResponderExcluir
  25. olá pimentel,
    sou de uma cidadezinha no interior de minas chamada Mar de Espanha,minha linhagem eu desconheço bastante e gostaria de ter mais informações.Meu avó materno se chamava João Garcia Pimentel,meu bisavÔ era Francisco Garcia Pimentel,que era casado com Ana Maria Pimentel,eu gostaria muito de saber a origem de minha familia,de meus ascendentes.
    Se puder me responda o mais rápido possivel
    muito obrigada...

    ResponderExcluir
  26. Olá, Meu nome é ERRINELSON VIEIRA PIMENTEL, somos do Piauí, mas desconheço a origem do nome, sei que meu avô bisavô se chamava Fernando Borges Pimentel. Gostaria de informações da origem da família no PIAUÍ

    ResponderExcluir
  27. Queria também saber da minha arvore genealógica. É muito interessante. Meu sobrenome Pimentel é por parte da minha mãe Maria Vanielda Pimentel Machado Barbosa. O Barbosa é do meu Pai. Minha bisavó se chamava Raimunda Pimentel de sousa. Minha avó, Francisca Pimentel Machado. Elas eram do Ceará.

    ResponderExcluir
  28. Ola, Sr. Pimentel bom trabalho, gostaria de saber tambem da minha origem sou uma Pimentel e no Amazonas.

    ResponderExcluir
  29. sou uma pimentel de ipojuca pe. parabens pelo trabalho e gratificante todo resultado. obrigado pelas informacoes valdenice pimentel.

    ResponderExcluir
  30. Olá meu nome é Flávio Affolter sou de Paranaguá - Paraná...Enconteri uma carteira com, (Cartões de credito, banco, um cheque no valor de R$200, 100 em dinheiro e 2 dolares, habilitação e mais coisas....)Esta carteira pertence ao GUSTAVO JORGE LINS PEDROSA ...Gostaria de saber se alguem o conhece? Se conhecer por favor entre em contato comigo posso enviala por sedex ok....Meu email é flaviorbaffolter@gmail.com e este é meu perfil do facebook
    "flavio.affolter.1?ref=tn_tnmn"
    Aguardo o contato!

    ResponderExcluir
  31. Gente procuro um família de um caminhoneiro que foi assacinado ele e a esposo e o filho ta desaparecido familia por nome pimentel, alguém conhece essa historia faz muito tempo mais de 30 anos;...

    ResponderExcluir